Segunda, 17 de Maio de 2021 12:36
(37)99924-8617
Brasil Brasil

'Estamos fazendo busca ativa por vacinas', diz novo chanceler 

Carlos Alberto França, que entrou no lugar de Ernesto Araújo neste mês, é ouvido por comissão da Câmara, nesta quarta-feira (28)

28/04/2021 12h21
Por: TVI (MTB 0020533/MG) Fonte: R7
França defendeu gestão ambiental do governo Bolsonaro a senadores - (Foto: Reprodução/YouTube/TV Senado)
França defendeu gestão ambiental do governo Bolsonaro a senadores - (Foto: Reprodução/YouTube/TV Senado)

O ministro das Relações Exteriores, Carlos Alberto Franco França, que assumiu recentemente o cargo no lugar de Ernesto Araújo, afirmou nesta quarta-feira (28) à Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional que o Itamaraty tem feito busca ativa de vacinas contra a covid-19 em outros países, alegando que a solução para a escassez de imunizantes tem de vir de "forma compartilhada",

No âmbito do [consórcio] Covax Facility [plataforma colaborativa, subsidiada pelos países-membros,], tive encontro com o secretário-geral da ONU, António Guterres . Estamos em contato com permantente com embaixada do Brasil nos EUA, que conversa com executivos da Pfizer", afirmou. "Amanhã [29], vou pessoalmente ao Aeroporto de Guarulhos para o receebimento do primeiro carregamento de 1,5 milhão de doses da Pfizer, verificar o armazenamento e as condições de logística [para distribuição]. Soluções têm que vir pela via compartilhada."

França relembrou que o Itamaraty está envolvido nos excedentes de vacinas da  Oxford/Atrazeneca, nos Estados Unidos.

"Um dos setores mais afetados é o setor de turismo e aviação. Há empresas privadas, como Azul LInhas Aéres, que tem sua matriz lá, que têm se disposto a facilitar esforços ao governo brasileiro, de modo a aproximar essa parte produtora, a esse excedente de vacinas", disse.

"De modo que a gente possa fazer esse arranjo, que a gente compre essas vacinas, que têm uma data de validade. Ou seja, que a gente possa, depois, repor esse estoque aos EUA, uma vez que a vacina da Astrazeneca não é ainda utilizada porque não está aprovada pela FDA (agência reguladora local)", completou.

Meio ambiente

Instado pelo presidente da comissão, senador Aécio Neves (PSDB-MG), sobre a atuação do governo federal na questão ambiental, França disse que o discurso do presidente Jair Bolsonaro na Cúpula do Clima, semana passada, "não está desvinculado de ações".

"Vejo o discurso do presidente com ânimo de cumprimento. Pensemos também no tema dos 20 milhões de pessoas que vivem na Amazônia. Precisamos pensar neste compromisso internacional, o ambiental, mas também na população local", disse.

Aécio Neves revelou que a comissão trabalha na formação de um grupo de trabalho para acompanhar os números do desmatamento da Amazônia.

França assumiu o posto de número 1 do Itamaraty em 6 de abril. Em seu discurso de posse, estabeleceu prioridade para três pontos da agenda diplomática brasileira: o combate à pandemia, economia e desenvolvimento sustentável.

Tanto na posse quanto na reunião da Comissão de Relações Exteriores, hoje, adotou tom diferente do seu antecessor, Ernesto Araújo, reforçando que mobilizará missões diplomáticas para ações de enfrentamento ao coronavírus. Entre elas, contato com governos e laboratórios, mapeamento de vacinas disponíveis.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias