Terça, 24 de Novembro de 2020 15:09
(37)99924-8617
Regional Compras virtuais

PCMG em Arcos investiga estelionato cometido em compras virtuais

As investigações iniciaram quando a equipe da PCMG Arcos identificou uma empresa virtual, vítima do referido golpe.

25/09/2020 11h05
Por: TVI (MTB 0020533/MG) Fonte: Portal Arcos
 Polícia Civil de Minas Gerais
Polícia Civil de Minas Gerais

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) cumpriu, nesta quarta-feira (23), quatro mandados de busca e apreensão nas cidades de Arcos e Divinópolis, região Centro-Oeste do estado. A ação teve o objetivo de subsidiar uma investigação que apura crimes de estelionatos envolvendo compras em sites de e-commerce. Os produtos apreendidos durante a operação foram avaliados em, aproximadamente, R$ 63 mil.


As investigações iniciaram quando a equipe da PCMG Arcos identificou uma empresa virtual, vítima do referido golpe. Conforme relato do responsável pela empresa, várias compras foram destinadas a um endereço, na cidade de Arcos, contudo, em nome de diversas pessoas.

 

Durante as investigações, outra vítima denunciou a clonagem do cartão de crédito, informando que várias compras não autorizadas foram efetuadas em uma loja online. Com essas informações, os policiais identificaram que o endereço de entrega era o mesmo citado pela empresa virtual, vítima do golpe.

 

De acordo com o titular da Delegacia em Arcos, delegado Patrick Carvalho, as investigações apontam que o suspeito, de 19 anos, seria o locatário da casa onde as encomendas eram entregues. “Existem indícios de que a casa foi alocada apenas para receber as mercadorias obtidas por meios fraudulentos, no qual as compras eram realizadas em sites, utilizando cartões de créditos de terceiros sem o consentimento dos donos”, pontua.

 

Durante a ação policial, foram apreendidos diversos itens, tais como notebook gamer, impressora, roteador, vídeo game, monitor, processador para computador, fonte de alimentação, cabo veicular, espingarda de pressão, poltronas, TV, fone de ouvido gamer, ar condicionado, iphones, além de notas de compras e recibos de rastreio/postagem em nomes de terceiros.

 

As investigações prosseguem para a elucidação completa dos fatos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias