Quarta, 04 de Agosto de 2021 03:03
(37)99924-8617
Saúde Saúde

Covid-19: 288 municípios paulistas ficaram sem mortes na última semana

Em todo o estado, 18 municípios não registraram novos casos

21/07/2021 14h30
Por: TVI (MTB 0020533/MG) Fonte: EBC
© Rovena Rosa/Agência Brasil
© Rovena Rosa/Agência Brasil

Nesta última semana, entre os dias 14 e 21 de julho, 288 dos 645 municípios do estado de São Paulo não registraram mortes por covid-19. Além disso, 18 municípios também não apresentaram novos casos confirmados da doença nesse período. A informação foi divulgada pelo governo de São Paulo durante entrevista coletiva no início da tarde de hoje (21), no Palácio dos Bandeirantes.

Segundo o governo paulista, isso é resultado do avanço da campanha de vacinação no estado. Até o momento, o estado já vacinou 54% da população com ao menos a primeira dose de vacina. Mais de 32 milhões de doses de imunizantes foram aplicadas no estado entre primeira e segunda doses e 18% da população paulista completou o seu esquema vacinal.

Queda nas internações

O estado de São Paulo registrou, na semana passada, que corresponde à 27ª semana epidemiológica, a sua menor média diária de internações por covid-19 desde fevereiro, com média diária de 1.544 internações. A menor média diária de internações deste ano ocorreu na sexta semana epidemiológica, entre os dias 7 e 13 de fevereiro, quando foram registrados 1.450 internações por dia. O pico ocorreu na 11ª semana epidemiológica [entre os dias 14 e 20 de março], com média de 3.381 internações por dia.

Apesar da situação favorável, a pandemia ainda não está controlada no estado. Por isso é importante que, além de se vacinar e completar o esquema vacinal [tomando as duas doses ou a dose única da vacina da Janssen], as pessoas continuem mantendo as medidas de distanciamento e de uso da máscara. “Não estamos pensando, nesse momento, na retirada das máscaras”, disse Paulo Menezes, coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo, citando que isso ocorreu em outros países e implicou um aumento de casos.

Para manter a sociedade alerta, dados do governo mostram que o número de pessoas internadas no estado ainda é mais elevado do o registrado na primeira onda da pandemia, em julho do ano passado. Atualmente, 6.920 pessoas estão internadas em unidades de terapia intensiva (UTI) de todo o estado e 6.437 estão internadas em enfermarias. Esse número de pessoas internadas em São Paulo é muito menor do que no pico da segunda onda, em abril deste ano, quando eram 13.150 os pacientes internados em UTIs. Mas é um número ainda acima do pico da primeira onda, em julho do ano passado, quando havia 6,5 mil pacientes internados em UTIs.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI no estado está hoje em 60,19%.

Doses entregues

Na manhã de hoje, o Instituto Butantan fez a entrega de mais 1,5 milhão de doses da vacina CoronaVac ao Ministério da Saúde. Com isso, o Butantan completou 57,649 milhões de doses entregues ao ministério. Até o final de agosto, o instituto pretende entregar um total de 100 milhões de doses para a pasta.

Governador

O governador de São Paulo, João Doria, não participou da entrevista coletiva de hoje por estar com covid-19. Durante a entrevista, em uma chamada de vídeo, o governador disse estar bem e assintomático e que deve voltar ao trabalho presencial já na próxima semana. Doria tomou as duas doses da vacina CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac. Nenhuma vacina que está sendo aplicada no Brasil impede a infecção pelo vírus, mas diminui consideravelmente as chances de se desenvolver as formas graves da doença.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias